Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Pedido de Oração: Travaux de Réparation à la sous-station d'Ancien Delmas - HaitiLibre.com, Nouvelles d'Haiti, L'actualité d'Haiti, Haiti News, décryptage, enjeux, réactions, la voix du peuple Haïtien

Compartilhamos a matéria abaixo (em francês) da Companhia Elétrica do Haiti (EDH) que, desde o final de abril, a região onde moramos está com o fornecimento de energia prejudicado drasticamente. Nas últimas três semanas várias foram as noites às escuras com 33º C. Ore ao Senhor para que, não apenas nós, mas, a Nação Haitiana veja, em breve, dias melhores com eletricidade para todos, gerando melhoria na qualidade de vida e oportunidade de desenvolvimento.

Haïti - EDH AVIS
19/05/2013 09:46:26

La Direction Générale de l’Électricité d’Haïti (EDH) informe la population en général et ses clients en particulier que la Commune de Delmas, Nazon, Christ Roi, Route Aéroport de la rue Justin Juste à Clercine, Silot, pour ne citer que ceux là, seront privés d’électricité ce dimanche 19 mai, de 9h00 a.m. à 2h00 p.m. afin d'installer un nouveau jeu de barre de 115 KV à la sous-station d'Ancien Delmas.
Ces travaux alimenteront enfin les deux nouveaux transformateurs de 50 MVA qui vont être ins…

Haiti: 3 anos após terremoto, 1 milhão ainda precisam de ajuda humanitária

Rede Brasil Atual

Subnutrição e falta de moradias agravam problemas sociais, políticos e econômicos de um país que parece eternamente em reconstrução
por Claudia Munaiz, da EFE publicado 19/05/2013



Porto Príncipe – No horizonte haitiano, surpreende a mistura de edificações em construção com escombros que ainda restam do passado. Um passado muito recente. Em 12 de janeiro de 2010, o Haiti foi castigado pelo terremoto mais devastador de seus últimos 200 anos. Mais de 220 mil pessoas morreram, 300 mil ficaram feridas e mais de 1 milhão perderam suas casas. Se antes o país já sofria com muitas carências e vivia na austeridade, com o desastre ficou marcado como um dos mais pobres do Hemisfério Norte.

Pouco depois de três anos, qual é o diagnóstico da situação atual?

Seu avanço é lento e frágil. "Até o momento, se reduziram as pessoas que vivem em acampamentos. Passaram de 1,5 milhão, número após o terremoto, para 358 mil; houve a remoção de quase todos os escombros nas ruas da capital,…

Hospital de parceria Brasil-Cuba-Haiti fica pronto...

Jornal Agora


Está prevista para este mês a inauguração do primeiro dos três hospitais comunitários de referência no Haiti que estão sendo construídos por meio da Cooperação Tripartite Brasil-Cuba-Haiti.

O acordo, assinado em março de 2010, tem como principal objetivo reestruturar o sistema de saúde haitiano, seriamente abalado pelo terremoto daquele ano, e vale até dezembro de 2014, podendo ser renovado por mais cinco anos. O Brasil prevê repassar US$ 60 milhões até o fim do pacto.

A ideia inicial, de construir, em até 120 dias, UPAs (unidades de pronto atendimento) a partir do modelo brasileiro, foi deixada de lado em 2011, após a eleição do presidente Michel Martelly. A decisão do atual Ministério da Saúde Pública e da População foi a de fazer hospitais de referência, que incluem cirurgia simples, ginecologia e obstetrícia, pediatria, medicina interna e geral e pronto socorro, em Bon Repos, que será o primeiro a ser entregue, Beudet (junho) e Carrefour (julho), todos na região metro…

Haiti anuncia mais investimentos em educação pública

Portal Vermelho
Prensa Latina
O governo do Haiti projeta a soma de 500 escolas públicas ao sistema público de ensino para reforçar o processo docente, segundo fontes do setor, em informações veiculadas nesta terça-feira (14).



O governo do Haiti projeta a soma de 500 escolas públicas ao sistema público de ensino para reforçar o processo docentePara o diretor de Apoio ao Ensino Privado do Ministério da Educação, Wilnor Pierre, é hora de o Estado exercer a sua tutoria sobre esse tipo de centros.

Muitas instalações serão reabilitadas ou reconstruídas, se o caso for este, e os professores serão capacitados, de acordo com o oficial, em uma conferência de imprensa.

“Este é um processo para melhorar a qualidade dos serviços e garantir uma educação de qualidade no sistema nacional”, ressaltou.

“A atual administração, chefiada pelo presidente Michel Martelly e pelo primeiro-ministro Laurent Lamothe, concede grande importância à educação”, destacou Pierre, após referir-se ao 1,28 milhão de cria…

Graduados mais de 150 jovens haitianos, fruto da cooperação Brasil-Cuba-Haiti

granma.cu Leandro Maceo Leyva, enviado especial



PORTO PRÍNCIPE.— Mais de 150 jovens haitianos receberam os diplomas que os acreditam como agentes comunitários de saúde polivalentes e técnicos em manutenção e reparação de equipamentos biomédicos.

O coordenador-geral da brigada médica no Haiti, Norberto Ramos, afirmou que esta graduação é “o resultado do esforço de muitas pessoas”, um exemplo de “quanto podemos fazer juntos”. E ratificou o compromisso de Cuba de “continuar apoiando, com seus modestos esforços, este povo irmão”.

Em nome dos graduados de técnicos em manutenção e reparação de equipamentos biomédicos, Ovil Clervé, considerou “necessária” para seu país esta força técnica, ante a carência da mesma. E manifestou seu agradecimento a Cuba por sua “cooperação desinteresseira e a decisão de ajudar-nos”.

Os dois grupos — 120 agentes comunitários e 32 técnicos — são essenciais na reconstrução do sistema de saúde haitiano e têm sua origem na cooperação tripartida Brasil-Cuba-Haiti.

Os…

Experiência no campo missionário

JMM - Missões Mundiais
Por Sabrina Souza

O envio de caravanas aos campos missionários, permite à Junta de Missões Mundiais viabilizar o contato de adotantes, intercessores e vocacionados com a realidade transcultural. A experiência é marcante para vida tanto de quem segue ao campo, quanto para a de quem recebe o voluntário. Josué Selayaran, um dos voluntários que seguiu para o Haiti em outubro de 2012, procurou a JMM para relatar todas as emoções que viveu ao longo dos 12 dias que passou no país mais pobre das Américas e onde ainda há muitos seguidores do vodu.


“Esta viagem foi um verdadeiro milagre em minha vida. Eu não tinha recursos suficientes para seguir com o grupo. Porém, o nosso Deus, que é tão maravilhoso e surpreendente, cuidou de cada detalhe. Ele providenciou todos os meios para que eu pudesse estar naquele país realizando a vontade Dele".

Impactado pela falta de estrutura, pela precariedade do país, Josué se compadeceu daquele povo. Mas, ao ver o lindo trabalho feito p…

Faculdade qualifica haitianos para implementar projetos de reconstrução em seu país

Terra Brasil

A qualificação profissional de jovens de países destruídos por acidentes naturais e conflitos, como o Haiti e Kosovo, foi a saída encontrada por instituições que prestam ajuda humanitária nessas localidades, no processo de reconstrução das nações. É o caso, por exemplo, do Centro Universitário Metodista de Minas Gerais que atualmente forma, em diversas áreas, 22 estudantes entre 18 e 20 anos dos dois países.


A reitora Márcia Nogueira Amorim conta que, em 2008, missionários que prestam ajuda humanitária no país selecionaram o primeiro grupo de haitianos para participar do programa da faculdade Capacitação de Lideranças de Países em Reconstrução. O primeiro passo, no momento da seleção, é a escolha de lideranças locais que, após a formatura, devem retornar ao país com o objetivo de implementar os projetos de ajuda aos compatriotas. Entre os cursos mais procurados pelos haitianos estão engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia de produção, arquitetura, biomedicina e n…

Revogar limite de vistos a haitianos tem caráter humanitário, diz Itamaraty

Terra Brasil


O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Tovar da Silva Nunes, disse nesta terça-feira que a decisão do Conselho Nacional de Imigração, publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União, revogando o limite de concessão de 1,2 mil vistos por ano aos imigrantes do Haiti, tem um "sentido humanitário". Segundo ele, o objetivo é tentar eliminar os chamados coiotes, agenciadores de imigrantes ilegais.

"A resolução tem um sentido humanitário. O que se pretende é evitar que essas pessoas (os haitianos que querem migrar para o Brasil) fiquem nas mãos de intermediários", ressaltou o porta-voz. "É um esforço conjunto de vários setores do governo para tentar contribuir com aqueles que querem vir para o Brasil".

Nesta segunda-feira, começou a segunda etapa de medidas para regularizar a imigração de haitianos para o Brasil. Pela Resolução Normativa 102/2013, publicada no Diário Oficial da União, acaba o teto, uma média de 100 v…

Agricultura no Haiti: investimentos crescentes.

Banco Interamericano de Desenvolvimento

Projetos de agricultura no Haiti catalisam investimentos para gerar empregos, restaurar o meio ambiente e apoiar o manejo sustentável de recursos naturais

A agricultura continua sendo um setor-chave para o Haiti, já que mais da metade de sua população vive em áreas rurais. Junto com outros doadores, o BID apoia o plano de desenvolvimento agrícola nacional do governo haitiano, que procura abordar os problemas estruturais do setor. O conhecimento e experiência do BID no setor desde antes do terremoto define sua força comparativa e faz da agricultura uma prioridade continuada para os próximos quatro anos.

No momento, a carteira do BID para agricultura no Haiti é constituída de projetos em um total de US$ 200 milhões, focados substancialmente em algumas das principais áreas produtoras do país nas regiões de Artibonite e no norte. Incluem investimentos em infraestrutura para irrigação e proteção contra enchentes, subsídios para promoção de transferênc…