Pular para o conteúdo principal

Ciclo de História da Arte discute contribuições do Haiti no MAM-BA

G1

Palestra será ministrada pela professora Mariela Hernández, da UFBA.
Evento acontece na terça-feira, no Museu de Arte Moderna em Salvador.

Professora venezuelana vai realizar evento na terça-feira, no MAM-BA (Foto: Divulgação/MAM-BA)

‘O universo naif e a arte haitiana’ é o tema da próxima palestra do Ciclo de História da Arte, projeto desenvolvido pelo Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), que acontece na terça-feira (25), das 15h às 17h. O curso será ministrado pela professora venezuelana Mariela Hernández, da Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A inscrição é gratuita e o pedido de participação deve ser realizado para o e-mail: educativomam@gmail.com.

Esse será o terceiro módulo do Ciclo, que antes contou com o curso ‘Modernidade e transição para a contemporaneidade’, que foi realizado pelo artista plástico e teórico da arte Almandrade e pela professora Alejandra Muñoz. O segundo módulo foi intitulado ‘Espacialidade, ação e discurso na produção artística contemporânea’ e contou novamente com a presença de Alejandra Muñoz, além de Ludmila Brito e Priscila Lolata. O terceiro tem o intuito de refletir sobre a ‘Arte moderna latino-americana’.

Focado no Haiti, o módulo tem o objetivo de enquadrar a arte desenvolvida nesse país em seu contexto histórico, social e cultural, a partir da análise das especificidades formais e narrativas e de suas contribuições para a arte moderna. Entre os elementos da arte no Haiti, o MAM-BA relata que será realizada conexão com a história do país, como os costumes culturais do país como o vodu e os heróis da independência.

O MAM-BA está localizado na Avenida Contorno, no Solar do Unhão. Mais informações podem ser obtidas através do número (71) 3117-6143.

Postagens mais visitadas deste blog

Sopa Receita Joumou - Sopa da Liberdade!

Pra quem gosta de cultura e culinária, ta aí a Sopa da Liberdade!
Era um prato dos Colonizadores, e os escravos não tinham acesso, até à sua Independência. A partir daí, anualmente, no dia 1º de Janeiro (Dia da Independência) eles a celebram degustando essa prato tipicamente Haitiano. Uma boa dica para as Feiras Missionárias no Brasil!
Sopa Receita Joumou
Sexta-feira, 4 de marco de 2011 16:24



O prato monumental da Revolução haitiana, Sopa Joumou, sopa de abóbora, E o Prato De conquistadores. E tradicionalmente servido no Dia da Independência do Haiti, 01 de janeiro, Como hum começo Saudável par o Outro ANO.

Ingredientes
- 1 kg de carne faça Pescoço OU rabo de boi
- 1/2 limão
- Sal fino
- Esmagado pimenta preta
- Água (Suficiente parágrafo cobrir uma carne; Mais Água podem Ser adicionados Mais Tarde parágrafo ajustar uma consistência)
- 2 kg abóbora, descascados e cubbed (alternadamente, utilizar abóbora enlatada)
- 1 cebola Pequena Cortada los cubos
- 2 Talos cebolinha verde picada
- 4 Dentes de…

Pós Furacão Matthew... oportunidade de fazer a diferença!

Nossa família e Equipe missionária estão bem, graças a Deus!
Já estivemos lá na região analisando os danos, prestando uma ajuda inicial a algumas famílias, e elaboramos uma proposta de Plano de Ação Emergencial para nossa agência. Estamos aguardando a decisão do Gabinete de Crise da Junta para agir em favor das vítimas. Ore por isso, ok?
Nesse momento o que é mais urgente é alimento e a restauração dos telhados e casas afetadas pelos ventos. Como a logística de armazenamento, transporte e envio do Brasil para o Haiti é bastante cara, demorada e vulnerável a questões aduaneiras, nossa sugestão é para que enviem recursos financeiros, e o que for arrecadado aí, como roupas, sapatos e outros itens, vocês realizem Bazares e Eventos (almoços ou jantares) para reverter os itens arrecadados em recurso financeiro que será bem mais facilmente transferido e revertido aqui na economia local, em alimentos e materiais de construção.
Para ajudar:
1) Através do "Ajude Agora Haiti" coordenad…