Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

HAITI e FUTEBOL: futebol salvou desalojados antes de os expulsar

Milhares de pessoas ocuparam os estádios após o terremotoPor Vítor Hugo Alvarenga2011-04-28 17:19h Quando a terra tremeu, as principais estruturas do país cederam. Milhares de sobreviventes correram para terreno aberto. O futebol abriu-lhes a porta. Meses depois, teve de os expulsar.
O Estádio Sylvio Cator,o principal do país, serviu de refúgio nos meses que se seguiram ao terramoto. No relvado, nos balneários, nas bancadas, à volta delas, em todo o lado surgiram tendas, locais relativamente seguros para acolher o povo.
«Sobre as famílias que ocupavam o estádio, já foi dita muita coisa, mas ninguém sabe ao certo. Existem ONG sérias que estão a construir pré-fabricados e a transferir a população para cidades próximas, mas a grande maioria está a fugir do país clandestinamente», desabafa o actual seleccionador, o brasileiro Edson Tavares, ao Maisfutebol.
Aconteceu o mesmo por todo o lado. Os relvados do L'Atlhlétique d'Haiti foram ocupados, o estádio do Aigle Noir AC também. Durante…

Martelly pede que haitianos 'trabalhem juntos'

(AFP) – Há 1 dia WASHINGTON — O presidente eleito do Haiti, Michel Martelly, enviou mensagens no Twitter nesta quinta-feira pedindo para os haitianos trabalharem juntos, horas depois de ser confirmado vencedor das eleições presidenciais de 20 de março. "Povo do Haiti, comecemos a trabalhar", escreveu, em Washington, pouco depois de ser proclamado vencedor do segundo turno. A mensagem, escrita em francês por seu usário no Twitter "@presidentmicky", era semelhante a outras mensagens enviadas a seus partidários em 'crioulo', o idioma predominante no Haiti. "Levantemos nossas ferramentas e comecemos a trabalhar para limpar nosso país", escreveu de Washington, onde se reuniu na quarta-feira com a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, e outros funcionários. "Tiveram razão ao depositar sua confiança em mim. Eu confio em vocês e vocês podem confiar em mim também", foi outra de suas mensagens. Martelly, um cantor popular que se tornou políti…

Michel Martelly proclamado oficialmente vencedor das presidenciais no Haiti

Michel Martelly proclamado oficialmente vencedor das presidenciais no Haiti
SIC Online
O cantor Michel Martelly foi oficialmente proclamado vencedor das eleições presidenciais de 20 de Março no Haiti, anunciou hoje o Conselho Eleitoral haitiano (CEP)


O candidato Michel Martelly é proclamado vencedor da segunda volta das eleições presidenciais de 20 de março com 716.986 votos (67,57 por cento), declarou o porta-voz da CEP, Pierre Thibault Junior. Martelly, de 50 anos, encontra-se desde terça-feira numa visita aos Estados Unidos, onde foi recebido na quarta-feira pela secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton. O Conselho Eleitoral também apresentou a lista dos senadores e deputados do novo parlamento haitiano. Martelly deve assumir as novas funções a 14 de maio.

Reconstrução do Haiti visa mais resistência aos terremotos

Reconstrução do Haiti visa mais resistência aos terremotos - 20/04/2011Folha.com - Videocasts
DA EFE O processo de reconstrução do Haiti após o terremoto de 2010 é lento e custoso devido em grande parte à difícil tarefa de criar um país mais resistente aos sismos. A avaliação é de um especialista em sismologia para o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.Diante das críticas pela lentidão da reconstrução, Eric Calais, professor da Universidade Purdue e encarregado de desenvolver uma estratégia para reduzir o impacto de futuros terremotos no Haiti, lembrou a magnitude da tragédia vivida no país em 2010.Destacou que o Haiti está imerso no processo de reconstrução de um terremoto que destruiu o 100% de seu PIB (Produto Interno Bruto) e acabou com a vida de mais de 200 mil pessoas."Esse processo não é nada fácil nessas condições", assegurou. "Sabemos o que é preciso fazer. Se não podemos prever quando vão ocorrer os terremotos, podemos desenhar e aplicar medidas qu…

Presidente eleito considera lenta reconstrução do país

Presidente eleito considera lenta reconstrução do país
Angola Press - Internacional

Washington -Michel Martelly, que deve ser oficialmente designado como o novo presidente do Haiti, considerou nesta quarta-feira que "a reconstrução do Haiti é de uma lentidão exasperante", após o término de um encontro com a secretária de Estado americana Hillary
Clinton, em Washington. O ex-cantor popular, que deve ser designado presidente do Haiti na tarde desta quarta-feira, deixou seu país na terça-feira para uma visita de três dias a Washington. "Minha nova visão para meu país é realizar todas as reformas úteis e necessárias", declarou durante uma conferência de imprensa, ao lado da chefe da diplomacia americana. Michel Martelly recebeu 67 por cento dos votos no segundo turno, segundo os resultados preliminares divulgados há
duas semanas.

UNESCO na reconstrução do Haiti através da cultura

Paris, 19 abr (Prensa Latina) A função capital da cultura na reconstrução do Haiti foi destacada hoje aqui durante a apresentação na UNESCO de 15 projetos encaminhados a reedificar essa ilha que precisam o apoio urgente de doador.

Irina Bokova, diretora geral da Organização, chamou à generosidade e ao compromisso de Estados Membros, instituições, organizações multilaterais, bancos de desenvolvimento, atores do setor privado e organizações da sociedade civil na recuperação desse país.

Imediatamente após o sismo que afetou o Haiti em 2010 nasceu um vasto movimento de solidariedade que deve se transformar agora em uma aliança duradoura e em um compromisso contínuo por ajudar a empreender um imenso e longo trabalho de reconstrução, assinalou.

Michaelle Jean, enviada especial para o Haiti da UNESCO, disse a Prensa Latina que a cultura deverá ser o motor de refundação porque além de ser inseparável do desenvolvimento sustentável, econômico e da coesão social, constitui a marca desse povo.

O cat…

Conferência da Unesco retrata cultura do Haiti como 'motor' do país

Por Redação - 13:44:00 - 11 Views



PARIS(Rádio ONU)  - Mimi Barthélémy, um contador de histórias do Haiti, disse que o país "certamente não vai morrer porque seus pintores começaram a pintar de novo, seus poetas voltaram a criar, seus cantores estão compondo novamente e seus escritores, escrevendo... e as histórias voltaram a circular depois do desastre de 12 de janeiro de 2010". Nesse clima, a Unesco convidou Estados-Membros, organizações multilaterais, bancos de desenvolvimento, setor privado e a sociedade civil para a Conferência "Fazer da Cultura um Motor de Reconstrução", nesta terça-feira, na sede da agência em Paris. Financiamento Quinze projetos desenvolvidos com as autoridades haitianas, para os quais se buscam financiamento, serão apresentados. Estes projetos abrangem a reabilitação do patrimônio cultural  construído; inventário de patrimônio imaterial a ser preservado; estratégias para revitalizar indústrias culturais; e a criação de um quadro jurídico de apo…

Personagens da série do EE 'Trilogia Haiti' farão parte dos 'Jogos da Paz'

Maurice e Evens Pierre são convidados pelo Exército Brasileiro para participar dos Jogos Mundiais Militares que acontecem no Rio de Janeiro Por GLOBOESPORTE.COMRio de Janeiro imprimir O pequeno Maurice e o pugilista Evens Pierre emocionaram a todos que os assistiram na Trilogia Haiti do “Esporte Espetacular”. Após figurarem no quadro do repórter Régis Rösing, ambos os personagens vão, agora, participar do maior evento esportivo militar já organizado no Brasil, o 5º Jogos Mundiais Militares, os “Jogos da Paz”, que ocorre entre 16 e 24 de junho no Rio de Janeiro. Maurice, pequeno haitiano de seis anos, conquistou a atenção dos brasileiros em missão no seu país ao participar de uma corrida organizada pelo Exército Brasileiro. Naquele dia, o menino corria motivado pela comida que recebia. Hoje, se tornou mascote dos “Jogos da Paz” e será trazido do país mais pobre das Américas para o evento.

Novo chefe da Minustah deve investir ainda mais em futebol

18/4/2011 3:06,  Por Rádio ONU General Luiz Ramos, que tomou posse no fim de março, diz que o esporte é uma grande ‘força inspiradora’ e uma fonte de amizade entre os haitianos e as tropas. Crianças jogam no Haiti O novo comandante das forças de paz das Nações Unidas no Haiti, Minustah, general Luiz Ramos, disse à Rádio ONU que deve investir mais em futebol como um dos componentes sociais da missão. Ele contou que “seria um grande sonho” conseguir levar a Seleção Brasileira de futebol de volta ao Haiti para um amistoso. Em sua primeira entrevista no posto, Luiz Ramos afirmou que o futebol brasileiro é muito admirado pelos haitianos. Crianças “Eu pretendo, dentro da minha capacidade, fazer alguns esforços. Não vou dizer que não seria um sonho trazer novamente a Seleção Brasileira, claro que é muito difícil, mas (vamos) investir na área de esporte. A gente pode pegar as crianças que estão na rua e motivá-las a buscar algo dentro dessa dificuldade que o país vive. Vamos ver o que Deus me ajuda…

Haiti adia de novo anúncio de resultados das eleições

Autoridades eleitorais do país dizem que a validade de muitos votos foi contestada


AFP



As autoridades eleitorais do Haiti informaram neste sábado (16) que voltaram a adiar, agora até quarta-feira (20), o anúncio dos resultados das eleições presidenciais e legislativas. A divulgação estava prevista originalmente para hoje, mas os resultados foram adiados primeiro para segunda-feira (18) e agora para a quarta. Em um comunicado, as autoridades informaram que a medida se deve ao "grande número de votos contestados". - O conselho eleitoral foi forçado a adiar para quarta-feira, 20 de abril, o anúncio dos resultados finais. No último dia 4, fontes do Conselho Eleitoral Provisório do Haiti disseram que o cantor de ritmos caribenhos Michel Martelly, 50, venceu a eleição presidencial do país, de acordo com resultados oficiais preliminares. Uma semana antes o anúncio havia sido adiado devido às suspeitas de fraude. Martelly não tem experiência na administração pública. Ele fez campanha prom…

Voluntários na Reconstrução do Haiti

Vocacionados