Pular para o conteúdo principal

ONU quer participação de jovens e mulheres na reconstrução do Haiti


11 de janeiro de 2011  13h52 

Notícias do Terra

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) recomendou nesta terça-feira que o governo haitiano tome medidas para apoiar a participação dos jovens e das mulheres na reconstrução do país, um ano depois do terremoto que devastou o Haiti no dia 12 de janeiro de 2010.
O representante do UNFPA no Haiti, Igor Bosc, fez esta recomendação em Porto Príncipe, durante a apresentação do relatório do organismo sobre a situação demográfica da população deste país depois do terremoto, que matou 300 mil pessoas e deixou 1,5 milhão de desabrigados. O estudo demonstra que "a taxa de escolarização diminuiu depois de 12 de janeiro", ao mesmo tempo que indica que 75% dos alunos vão a escolas particulares.
A proporção de pessoas empregadas caiu de 28% para 27%, acrescenta o relatório. Bosc pediu às autoridades haitianas e aos organismos de desenvolvimento que impulsionem "o acesso de crianças e mulheres à educação em geral" e apoiem "o desenvolvimento de uma massa de jovens graduados".
Também sugeriu facilitar "a integração e participação dos jovens nas esferas das decisões". O UNFPA, por outra parte, estimou que 80% das pessoas que deixaram a capital depois da tragédia retornou quatro meses mais tarde.
Entre estas pessoas, 60% pensa que "sua situação é pior que antes" do terremoto, declarou Bosc. Apesar disto, somente 20% delas queria deixar a capital e a metade deste grupo queria viajar para o exterior, afirmou.
Frente a esta situação, o UNFPA recomendou o desenvolvimento de "uma política participativa de planejamento do território" que utilize "a dinâmica da população e a gestão responsável dos recursos naturais".
Também aconselhou o "reforço das instituições que prestam serviços de base sustentável no campo e nas cidades", assim como o desenvolvimento de "uma política de emprego concentrada nos jovens e nas mulheres".

Postagens mais visitadas deste blog

Sopa Receita Joumou - Sopa da Liberdade!

Pra quem gosta de cultura e culinária, ta aí a Sopa da Liberdade!
Era um prato dos Colonizadores, e os escravos não tinham acesso, até à sua Independência. A partir daí, anualmente, no dia 1º de Janeiro (Dia da Independência) eles a celebram degustando essa prato tipicamente Haitiano. Uma boa dica para as Feiras Missionárias no Brasil!
Sopa Receita Joumou
Sexta-feira, 4 de marco de 2011 16:24



O prato monumental da Revolução haitiana, Sopa Joumou, sopa de abóbora, E o Prato De conquistadores. E tradicionalmente servido no Dia da Independência do Haiti, 01 de janeiro, Como hum começo Saudável par o Outro ANO.

Ingredientes
- 1 kg de carne faça Pescoço OU rabo de boi
- 1/2 limão
- Sal fino
- Esmagado pimenta preta
- Água (Suficiente parágrafo cobrir uma carne; Mais Água podem Ser adicionados Mais Tarde parágrafo ajustar uma consistência)
- 2 kg abóbora, descascados e cubbed (alternadamente, utilizar abóbora enlatada)
- 1 cebola Pequena Cortada los cubos
- 2 Talos cebolinha verde picada
- 4 Dentes de…

Pós Furacão Matthew... oportunidade de fazer a diferença!

Nossa família e Equipe missionária estão bem, graças a Deus!
Já estivemos lá na região analisando os danos, prestando uma ajuda inicial a algumas famílias, e elaboramos uma proposta de Plano de Ação Emergencial para nossa agência. Estamos aguardando a decisão do Gabinete de Crise da Junta para agir em favor das vítimas. Ore por isso, ok?
Nesse momento o que é mais urgente é alimento e a restauração dos telhados e casas afetadas pelos ventos. Como a logística de armazenamento, transporte e envio do Brasil para o Haiti é bastante cara, demorada e vulnerável a questões aduaneiras, nossa sugestão é para que enviem recursos financeiros, e o que for arrecadado aí, como roupas, sapatos e outros itens, vocês realizem Bazares e Eventos (almoços ou jantares) para reverter os itens arrecadados em recurso financeiro que será bem mais facilmente transferido e revertido aqui na economia local, em alimentos e materiais de construção.
Para ajudar:
1) Através do "Ajude Agora Haiti" coordenad…