Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Informativo 003 - Operação Mobilização "Juntos por um novo Haiti"

Há um clamor no Haiti...
"Juntos por um novo Haiti"

Brasília/DF, 20 de janeiro de 2010.

Olá, Irmãos.

Infelizmente, os órgãos responsáveis pela gestão de todo esse processo não conseguem estabelecer um plano que viabilize TRANSPORTE. Hoje a Secretaria Nacional da Defesa Civil me ligou para informar que haviam modificado o processo - que colocava a cargo do doador a entrega ao D Sup no Rio - e que as Regionais estavam com a incumbência de realizar o translado dos mantimentos. Daí, imediatamente liguei para a Defesa Civil do DF e conversei com a coordenadora da operação para o Haiti, Sra Alessandra. No primeiro contato, expliquei como funcionará nossa Operação e solicitei as informações sobre o translado. A resposta que obtive foi que o GDF é quem iria prover o transporte para o Rio, e que não sabia como isso aconteceria, ficando a cargo da Defesa Civil a armazenagem. "Acontece que estamos falando de toneladas de mantimentos que deverão ser catalogados, separados e embalado…

Informativo 002 - Operação Mobilização "Juntos por um novo Haiti"

Há um clamor no Haiti...
"Juntos por um novo Haiti"

Brasília/DF, 19 de janeiro de 2010.

"As cenas de partir o coração que vi ontem (domingo) nos impulsionam a agir rápida e generosamente".
Ban Ki-Moon, Secretário Geral da ONU


E a Mobilização continua...

OFERTAS EMERGENCIAIS

Passados sete dias desde o terremoto mais devastador da história do Haiti recebemos os primeiros relatos sobre a real situação dos nossos obreiros, suas famílias, casas, templos e prédios. Algumas instalações sofreram poucas avarias, porém, há muito que reconstruir! Sem contar a manutenção e o investimento na saúde física, emocional e espiritual dos nossos irmãos!

Por isso, precisamos continuar MOBILIZADOS arrecadando recursos financeiros e enviando através da Junta de Missões Nacionais:

BRADESCO Agência 1125-8 Conta Corrente 59000-2
Enviar fax com o comprovante identificado para HAITI – (21) 2122.1911

Sugerimos às Igrejas e irmãos que estudem um plano de ajuda financeira emergencial para o Projeto “J…

Informativo 001 - Operação Mobilização "Juntos por um novo Haiti"

Há um clamor no Haiti...
... em resposta CONVOCAMOS todos os Batistas Brasilienses para se envolverem na Operação Mobilização:

"Juntos por um novo Haiti"

Desde terça-feira, quando Porto-Príncipe, capital haitiana, foi arrasada por tremores de terra iniciamos um planejamento de ajuda emergencial aos irmãos e ao povo haitiano.

Nesse primeiro momento, NÃO HÁ COMO ENVIAR MANTIMENTOS para o Haiti, mas, estão sendo realizados esforços para estabelecer, no menor tempo possível, um canal de distribuição que viabilize enviar donativos (água, biscoitos, enlatados, alimentos prontos em geral).

Em contato com a Defesa Civil e o Itamaraty, fomos informados que as aeronaves da FAB estão decolando com lotação máxima levando equipamentos, maquinários, pessoal especializado e suprimentos (oriundos de reservas governamentais) para o Haiti, e que, por isso, ainda não há possibilidade de transportar doações. Mas, já estamos cadastrados para, assim que for estabelecido esse canal de distribui…

Esclarecimento sobre doações ao Haiti - GSI

Nota a Imprensa do GSI

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA
GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL

O Gabinete de Crise do Governo Federal, coordenado pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI), instituiu o sistema de captação de doações às vítimas do terremoto que devastou a ilha caribenha. A preocupação em organizar adequadamente o esquema de arrecadação de doações deve-se à atual falta de estrutura em território haitiano.

As necessidades listadas abaixo são as consideradas prioritárias pelo Governo do Haiti e pela Força de Paz da ONU:

Medicamentos e ofertas de serviços médicos
- Órgão responsável: Ministério da Saúde
- Contato: missaodeajudahaiti@saude.gov.br

Água engarrafada e alimentos para consumo imediato, a exemplo de leite tipo longa vida, sucos em caixa ou lata, achocolatados, biscoitos, barras de cereais, frutas desidratadas e enlatados de pronto consumo.
- Órgão responsável: Secretaria Nacional de Defesa Civil
- Contato: www.defesacivil.gov.br (unidades da defesa civil do País, com ba…

Obra missionária tem perdas consideráveis no Haiti

Por Marcia Pinheiro 18 de janeiro de 2010

Após contato precário via celular, finalmente o Pr. Jonathan Joseph conseguiu se comunicar com a Sede de Missões Mundiais e passar ao Coordenador de Missões para as Américas, Pr. Mayrinkellison Wanderley, algumas informações com o balanço dos estragos causados pelo terremoto que devastou o Haiti, na última terça-feira.

A boa notícia é que o hospital da região que serve de base para os voluntários de Missões Mundiais não sofreu danos e foi reaberto hoje (18). Sua capacidade de atendimento é para cerca de 10 pessoas. Mas as perdas foram grandes. Um obreiro da terra em Petit-Goâve perdeu seu filho. O Pr. Jonathan ficou sem a casa que estava construindo e agora está morando na residência de seu irmão. Além disso, a obra no país perdeu as igrejas de Value e de Provance; a igreja de la Victoire foi fortemente abalada. Ainda não há informações sobre as condições das demais igrejas.

Segundo o Pr. Jonathan, o Seminário de Teologia e o Centro Cristão …

Operação Mobilização "Juntos por um novo Haiti"

ONU, Brasil e EUA definem papéis em ações de ajuda ao Haiti

Organização coordenará operação com Haiti
Minustah cuida de segurança e Washington de auxílio humanitário

Amorim participa de teleconferência
RIO - Com o objetivo de discutir a situação do Haiti e de afinar a coordenação das ações no país, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, participou hoje de uma teleconferência organizada pelo Canadá com representantes de 10 países, além de integrantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA). Entre os participantes, estavam o primeiro-ministro do Haiti, Jean-Max Bellerive, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.

Na reunião por teleconferência, ficou decidido que a definição de prioridades e a coordenação das operações ficará a cargo da ONU juntamente com o governo haitiano. Ao Brasil, caberá a participação na segurança; enquanto os Estados Unidos cuidarão da ajuda humanitária.

Segundo Celso Amorim, a percepção é de que houve algum progresso na distribuição de mantimentos no Haiti.…

Operação Mobilização "Juntos por um novo Haiti"

Há um clamor no Haiti...
... em resposta CONVOCAMOS todos os Batistas Brasilienses para se envolverem na Operação Mobilização:
"Juntos por um novo Haiti".

Desde terça-feira, quando Porto-Príncipe, capital haitiana, foi arrasada por tremores de terra iniciamos um planejamento de ajuda emergencial aos irmãos e ao povo haitiano.

Nesse primeiro momento, NÃO HÁ COMO ENVIAR MANTIMENTOS para o Haiti, mas, estão sendo realizados esforços para estabelecer, no menor tempo possível, um canal de distribuição que viabilize enviar donativos (água, biscoitos, enlatados, alimentos prontos em geral).

Em contato com a Defesa Civil e o Itamaraty, fomos informados que as aeronaves da FAB estão decolando com lotação máxima levando equipamentos, maquinários, pessoal especializado e suprimentos (oriundos de reservas governamentais) para o Haiti, e que, por isso, ainda não há possibilidade de transportar doações. Mas, já estamos cadastrados para, assim que for estabelecido esse canal de distribuição, i…

"Agora é Deus quem manda no Haiti"

A desordem e instabilidade crescem na capital do Haiti, Port au Prince, com milhares de pessoas desesperadas por água e alimentos a pilharem supermercados e armazéns e a lutarem pelos poucos mantimentos distribuídos pelas agências que procuram prestar assistência às vítimas do terramoto que dizimou a cidade.Eduardo Munoz/Reuters


Sem polícia e com as poucas tropas no terreno ocupadas nas missões de resgate e ajuda humanitária, gangues armados com catanas e armas de fogo percorriam as ruas, roubando e lançando o pânico entre os indefesos e miseráveis desalojados. O desabamento da prisão local deixou à solta mais de quatro mil condenados.

A população concentrada em parques, campos de futebol e nas principais artérias começava a organizar grupos de vigilantes para se proteger dos bandidos. Com a terra ainda a tremer – ontem sentiu-se uma réplica com uma intensidade de 4,5 na escala de Richter – os habitantes de Port au Prince recusam viver dentro de qualquer edifício. Em todo o caso, não há…

Ministério da Defesa detalha plano emergencial de socorro ao Haiti

O Ministério da Defesa divulgou nota nesta quinta-feira informando que o governo brasileiro vai iniciar um plano emergencial para enfrentar os cinco problemas mais graves por autoridades no Haiti: sepultamento dos mortos; socorro médico aos feridos; remoção de destroços; reforço da segurança nas operações; e distribuição de suprimentos, principalmente água e comida.

A estratégia foi traçada pela comitiva brasileira no Haiti, após reuniões com comandantes militares que atuam nas forças de paz e visitas às tropas atingidas pelo terremoto.

Entre as iniciativas, foi montado um hospital de emergência sob a cobertura de uma garagem do Batalhão Brasileiro (Brabatt). O local é apenas iluminado por holofotes de emergência, e cerca de 70 pessoas são atendidas por médicos militares. Também há um acampamento em frente ao local para atender os desabrigados.

Pelo menos dois hospitais de campanha brasileiros serão montados em Porto Príncipe. A Aeronáutica vai enviar ainda nesta quinta um hospital op…

Há brasileiros entre as vítimas do terremoto no Haiti

O terremoto que atingiu ontem o Haiti começa a apresentar suas trágicas consequências. O gabinete do senador Flávio José Arns, em Curitiba, informou a morte de Zilda Arns, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança e fundadora e coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa. Ela tinha 73 anos e também era representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Conselho Nacional de Saúde e membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).

O senador era sobrinho de Zilda e irá acompanhar a missão brasileira que segue nesta manhã para o Haiti.

O terremoto de 7 graus na escala Richter também matou quatro militares brasileiros. O Comando do Exército confirmou hoje os nomes dos mortos: 1º tenente Bruno Ribeiro Mário, o 2º sargento Davi Ramos de Lima, o soldado Antônio José Anacleto e o soldado Tiago Anaya Detimermani, todos do 5° batalhão de Infantaria Leve, com sede em Lorena (SP). Todos eles estavam fora da base no momento do te…

Missionários sobrevivem a forte terremoto

O Haiti, um dos países em destaque na Campanha 2010 de Missões Mundiais, foi atingido por um terremoto de magnitude de 7 graus na escala Richter. Várias construções foram destruídas, inclusive o palácio presidencial, os principais prédios ministeriais e vários hospitais. A sede da delegação da ONU também foi atingida. Ainda não há informações oficiais sobre os números de mortos e feridos, mas o Coordenador de Missões Mundiais para as Américas, Pr. Mayrinkellison Wanderley, fez contato com o Pr. Jonathan Joseph e ficou agradecido a Deus por saber que ele, sua família e os obreiros da terra estão bem.

No entanto, é preocupante a situação dessa que já era considerada a nação mais miserável das Américas. Algumas testemunhas ouvidas por agências internacionais disseram que há centenas de vítimas fatais.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva expressou preocupação com a situação dos brasileiros e do povo haitiano e "instruiu para que sejam avaliadas as necessidades para que o Brasil po…

Exército confirma morte de 4 militares brasileiros após terremoto no Haiti

O Comando do Exército confirmou nesta quarta-feira (13) que quatro militares brasileiros morreram no Haiti, em função do terremoto de magnitude 7 que atingiu o país na véspera.

De acordo com o Exército, os militares mortos são: 1º tenente Bruno Ribeiro Mário, o 2º sargento Davi Ramos de Lima, o soldado Antônio José Anacleto e o soldado Tiago Anaya Detimermani, todos do 5° batalhão de Infantaria Leve, com sede em Lorena (SP). Todos eles estavam fora da base no momento do terremoto.

Um terremoto de magnitude 7 na escala Ritcher atingiu o país na terça-feira (12), destruindo vários prédios na capital, Porto Príncipe, e causando devastação no país da América Central. O tremor afetou a estrutura de telecomunicações no país, e as informações sobre vítimas e danos ainda são desencontradas.

O Brasil comanda uma missão de paz da Organização das Nações Unidas naquele país.

Fonte: G1.

Tremor deixa rastro de destruição em Porto Príncipe

Centenas de pessoas podem ter morrido em consequência de um terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu o sul da capital do Haiti, Porto Príncipe na tarde desta terça-feira – o tremor mais forte a afetar o país nos últimos 200 anos.

O terremoto destruiu a sede da missão das Nações Unidas no país, o palácio presidencial e vários outras edificações na capital. Muita gente ficou presa sob os escombros e há um grande número de desaparecidos.

Segundo o US Geological Survey, a agência geológica americana, o terremoto ocorreu por volta das 16h53 (horário local, 19h53 de Brasília).

O epicentro do tremor foi localizado a cerca de 15 quilômetros de Porto Príncipe, a apenas 10 quilômetros de profundidade.

Pelo menos dois tremores secundários – de 5,9 e 5,5 graus, respectivamente, foram registrados logo após o primeiro terremoto. Cerca de cinco horas após o tremor inicial, uma testemunha disse à BBC que esses tremores secundários eram sentidos a cada dez minutos. O clima em Porto Príncipe é de…