Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2007

Manifesto à Nação Brasileira Sobre a Liberdade de Expressão e Orientação Sexual do Povo Brasileiro

Diante da tramitação no Senado Federal do Projeto de Lei Complementar nº 122/2006, aprovado pela Câmara dos Deputados (PL 5003/2001), que pretende punir como crime qualquer tipo de reprovação ao homossexualismo, a Convenção Batista Brasileira manifesta a sua preocupação com o futuro da sociedade brasileira, caso a lei venha a ser aprovada. Preocupa ao povo batista a aprovação de uma lei que privilegia uma minoria, em detrimento do direito de todos. Reconhecemos o direito dos homossexuais a um tratamento digno e igualitário, ao mesmo tempo em que defendemos a liberdade fundamental de formar e exprimir juízos, favoráveis ou desfavoráveis, nas questões de orientação sexual. Entendem os batistas que a aprovação do referido Projeto de Lei pode resultar no aumento da subversão de valores morais e espirituais que destroem a família e enfraquecem a nação brasileira. Por isto, decidimos vir a público reafirmar nossas posições bíblicas e históricas sobre os princípios e os valores que sustentam a…

SOU BATISTA, TENHO UMA IDENTIDADE (Pr. Isaltino Gomes Coelho Filho)

8. A AUTONOMIA DA IGREJA LOCAL Este é outro princípio batista inegociável. E é onde devocontextualizar um pouco mais porque temos problemas sérios nesta área.Surpreende-me, hoje, ler em jornais de procedência de instituiçõesbatistas artigos contra a autonomia das igrejas locais e até mesmoalguns lamentos de muitos por termos esta doutrina. Entendo quevivemos um tempo bem diferente do vivido há 20 anos. As estruturasdenominacionais passam por um processo de desgaste junto às igrejas.Sua imagem está afetada. Isto é conseqüência até mesmo de um dadocultural, a pós-modernidade, momento social em que vivemos e em que asestruturas são questionadas e deixadas de lado, e o individualismo écada vez mais acentuado. Para piorar, em algumas de nossasinstituições denominacionais houve má gerência, e a repercussão distoatingiu as demais. Em outras, aconteceu certo açodamento de pessoasque confundiram as coisas e conseguiram, com suas atitudes, criar umapostura refratária por parte das igrejas. Ze…

ASSALTARAM NOSSO CARRO - NÃO NOSSA FÉ, NOSSA ESPERANÇA E NOSSO AMOR: A DEUS TODA A GLÓRIA!

DOMINGO, 06 DE MAIO DE 2007.
O Senhor nosso Deus nos está permitindo experimentar momentos de intensa intimidade com Ele e de uma aplicabilidade prática dos Seus ensinamentos. Esse é o nosso sentimento ao compartilharmos nosso TESTEMUNHO de como foram os momentos do assalto a mão armada que nossa família sofreu neste último domingo.
O culto fora abençoador. A mensagem: "TEMOS MOTIVO PRA SORRIR?" - baseada em Gênesis 21:6, acalentadora - e divinamente propícia. O momento de comunhão pelos aniversariantes de abril festivo. Esse foi o ambiente que antecedia a experiência mais próxima dos dias de Paulo que imagino já ter experimentado.

Nos despedimos dos irmãos e fomos para o carro como sempre fazíamos. Colocamos a cadeirinha de Jéssica no porta-malas, as mochilas dos irmãos que levamos para casa sempre aos domingos e entramos todos: eu, Verônica e Jéssica no banco do passageiro, na frente; e nossas quatro ovelhas (três adolescente e uma esposa) no banco de trás. Eles fecharam suas…

AUTONOMIA SIM! INDEPENDÊNCIA NÃO!

“Se quisermos continuar sendo batistas autênticos, devemos primar por nossos princípios básicos, e um deles é a independência das igrejas. Por isso tudo e muito mais, não devemos incluir nenhuma cláusula restritiva à independência das igrejas nossos seus estatutos”. Pr Dinelcir de Souza Lima

Em seu artigo “BATISTAS DA CBB CAMINHAM A PASSOS LARGOS PARA A DOMINAÇÃO CLERICAL”, fui tomado de um sentimento de efervescência histórica grandiosíssimo. Pois este ato de expressão pública dos seus próprios sentimentos e ótica quanto à vida, à religião, à denominação, ao mundo, à própria Igreja, é um reviver do que sempre defendemos, e muitos até mesmo morreram por defender: a liberdade de consciência!
Posso até não concordar com o que foi dito e escrito, mas, morrerei, se preciso for, para defender o seu direito de, livremente, pensar e expressar seus pensamentos! – ISSO É SER BATISTA!
Assim, meu caro Pr. Dinelcir, creio que sua preocupação quanto ao “domínio clerical” em nossa Denominação é legíti…